Páginas

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Dia de Hoje - 24/09/2009

É, mais um dia como qualquer outro, é me parece que será assim por um longo tempo, tempo esse que esta passando muito rápido, parece que a vida resolveu correr, e eu é que não vou ficar parado vendo ela ir empora, vou atras também.
As aulas andam boas, estou melhorando, mas me sinto frio, acho que estou machucando alguns amigos, deixando eles de lado... Mas não dá, não tem como de outro jeito, não consigo, e ainda assim queria estar cada vez mais sózinho.
Não é a toa que este se chama " Os Devaneios do Andante Solitário" porque esse é meu estado, esse sou eu hoje, esse sou eu ontem, e não sei amanhã...

Dia de hoje - 23/09/2009

Dia normal como todos, acordei tarde, pois não costumo dormir à noite, fui pras minhas aulas, pensei bastante, e no pouco tempo que tenho pra pensar de noite, pensei bastante.
Descobri algo que andei sentindo falta de algo.
Mas na verdade descobri que sinto falta de algo que talvez não o tenha, descobri que eu queria conhecer novas pessoas, passei a fazer isso, então descobri que estou atras não de simplesmente conhecer novas pessoas, mas de pessoas especificas, pessoas com as quais eu me identifique acima da maioria.
É dificil, sou meio aliénigena aqui, me sinto assim, e talvez me faça assim, faço colegas com uma enorme facilidade, mas o mesmo não ocorre com amigos.
É estranho dizer, é estranho falar isso quando conheço tantas pessoas, quando também mal tenho saido e ido atras das coisas que não sejam meus estudos.
Mas hoje, eu ví isso, eu senti isso, e estou escrevendo isso.
Estranho mais é por isso tudo na cabeça para outrora escrever, e vira-se dia, escrevo agora às 04:37 do dia seguinte, e consegui em partes o que eu procurava outrora, conheci alguém com quem me identifico, pena, esta pessoa esta longe, longe demais, conversar e conhecer pessoas é bom, pessoas com as quais você se identifica é ótimo, mas ruim é não poder falar e olhar em seus olhos, ouvir a sua voz e ver a sua respiração, as vezes parece tão frio e técnico, mas no fundo eu sei que não é, eu sei que conheci alguém para deixar-se mais uma marca amiga.
E por meio desse pequeno relato, esvai-se um fragmento da minha pequena memória do dia de ontem e do inicia do dia de hoje...