Páginas

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Ontem eu sonhei que nós dois éramos três. Embora fosse mais um em quantidade, senti que só então a qualidade dos dois estava plena. Engraçado... éramos dois, nos tornamos três, e assim...verdadeiramente um.
Hoje já não sonhei, pois o sonho estava realizado. E não sonhei porque também não dormi. E não dormi porque já não precisei sonhar. E meu sonho... este sim precisava dormir.
Amanhã quem sabe eu fique acordado. E vai doer. Vai ser triste. Porque quem vive acordado não sonha... e só que sonha vive.

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Desalento!
Vem com o vento.
Sofrimento, sentimento.

Desatento!
Vê-se em pranto
Sem acalanto...


S/D
23:55
~00:01

sábado, 13 de maio de 2017

Aquarela

Branco...Tudo começa nele, e as vezes também termina. É assim sempre, e dele nasce tudo, e nele tudo morre.
Verde...Antagônico ao maduro. Era eu, era você, talvez sempre sejamos nós, até a inocência nossa perder.
Vermelho...É do sangue que vos caí, é do sangue que vos doo, é da cor que nos rege, a fragrância do nosso elo. É a cor do nosso céu, a cor do nosso inferno, é a cor da nossa cor.
Roxo..."de rojo te vies bien". Isso lembra-me alguém, isso lembra-te alguém?
Isso lembra-me muita coisa. Dejavú com alguém.
Preto... De volta ao começo, ou talvez lá no fim, onde tudo termina. Não vejo nada é não é pra ver, não sou nada, e não é pra ser; Um olhar pra dentro. Começou denovo?


01:52
02:11
17/04/2010
Solta!
Deixa o corpo ir,
A'lma fica.
Volta!
Eros vai vir.
Vida cítrica.

Deixa a cabeça.
Esqueça.
Obedeça!

Traz tua cara.
Lembra.
Ignora.

Morto!
Estranho.
Aquecido...

02:06
04:50
13/05/17

terça-feira, 9 de maio de 2017

Ícaro

Sonhos de menino
É crescer ganhar o mundo
E depois dormir
Sonhar num sono mais profundo...
(Chico da Silva - Sonhos de Menino)

Asas grandes, esbeltas,
Ricas como poetas.
Caminhadas, viagens,
Migrações, alucinações...
Solidão!

De olho fechado:
Caminhada com Morfeu,
Kairós, Teseu.
Aberto?
Emperrado, morto,
Violado...

Andando com Cronos,
Existir é o ônus,
Viver? bônus!
Nós? Seremos, éramos
Somos...sumimos.

Amanheceu!
Sol ardente.
Dia vai, vem, vai
viu, vai, via, vou?

Entardeceu!
Não há sonho.
Há luz.
Caminhe até lá...

Como Ismália,
Não até a lua,
Mas até o sol.

Caminhar, andar,
Ir, fazer, anotar!
Pra cima, sonhar,
Desejar, secar,
Derreter, cair, despencar, acordar...
Ícaro! Acorda!
Continuar...?


~01:50
03:10
09/05/17

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Calendário

Ainda há rastros da morte anterior,
Junto a medo do ulterior.
Um frio que corroí esperança
Às vezes feito criança,
Às vezes feito colosso,
Outras? dispersas.

Mal começado e mal terminado
É o que mais se sente.
Nem lá, nem cá;
Em lugar nenhum, ausente!

Presente, presente, presente!!!
Cansa, descontenta, esfria.

Passado, moribundo de
Aprendizado.

Futuro, leve a cabo.

Há já, cheiro de nascimento.
Pr'alguns, alento.

Haverá, logo, dejavús
Sorridentes, esperançosos,
Curiosos, cabreiros,
Medrosos, mortos...

Há, de novo, frio nas costas...

6-7/-02/17
23:57
00:39