Páginas

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Religião: Uma pequena reflexão

Trago aqui duas questões que tem me inquietado ultimamente e preciso sistematiza-las, tanto pra mim, quando pra qualquer um que ler aqui e concordar ou discordar.
Acho interessante a capacidade que algumas religiões, como o espiritismo kardecista, tem de fundamentar sua doutrina sem lacunas e respeitar o pensando de outra religião, mesmo que sua doutrina descorde dos preceitos desta.
Por outro lado, religiões que deixam, e algumas até tentam manter seu "fiel" pela ignorância e por essas lacunas, não tem o mesmo comportamento, são extremante preconceituosas e segregadoras.
Pensem bem, não deveria ocorrer o contrário. Já que certa religião tem sua crença tão fundamentada, não deveria ser ela a questionadora das outras, que imporia seus fundamentos já que estes são tão sólidos.
Bem, isso é a fé. Os níveis do ser humano, baseado do desenvolvimento que já mostrei aqui, corpo/alma/espírito através da ciência/religião se completam com essa pequena análise. Meu ponto de vista se fortalece com essa colocação.
Mas, sinceramente eu nem vim escrever esse ensaio com tal objetivo, isso surgiu de insight agora.
Minha discussão é sobre o maniqueísmo presente na mentalidade da maioria sobre algumas religiões e certos fenômenos, principalmente a demonização do orixá Exu, pela igreja católica e hoje em dia mais forte pelas igrejas evangélicas.
Quero também dissertar sobre a negociação com os espíritos, ditos "ruins". Mas já escrevi bastante, na outra postagem eu termino isso aqui.